Incêndio em ilha grega já destruiu 3 mil hectares de florestas

Fogo já atinge região sul de Rodes há cinco dias; vento dificulta trabalho de combate às chamas dos bombeiros

Efe,

26 de julho de 2008 | 19h54

Os incêndios que atingiram nos últimos cinco dias o sul da ilha grega de Rodes destruíram cerca de três mil hectares de florestas, pois os fortes ventos dificultam a extinção do fogo, informou neste sábado, 26, a Defesa Civil da Grécia. O secretário-geral de Defesa Civil, Margaritis Musas, declarou à emissora ANT1 que "se trata de uma região de difícil acesso e que os fortes ventos pioram a situação". Musas acrescentou que eles realizam esforços para apagar os diversos focos que surgem durante o dia e que esperam controlá-los "em 48 horas". Segundo ele, 3 mil hectares de florestas foram queimados e a prioridade das autoridades é evitar a ocorrência de perdas humanas, a proteção dos turistas e a economia da ilha. Como medida de segurança os proprietários de quatro hotéis com centenas de estrangeiros evacuaram ontem os turistas que estavam hospedados na localidade de Genadi (centro-sul da ilha). Esta medida foi tomada por causa da fumaça e da proximidade das chamas. Rodes, uma das ilhas turísticas do país, sofreu outros dois incêndios florestais no passado (em 1987 e 1992), quando mais de 20 mil hectares de florestas foram queimados. Aviões-tanque combateram nesta manhã o fogo a partir, ajudados a princípio pela falta de vento, que aumentou durante a tarde. Já as forças de bombeiros por terra não conseguiram intervir, pois os focos estavam em zonas inacessíveis, informou Musas. As autoridades locais e os habitantes de diversas localidades que foram ameaçados pelo avanço do incêndio denunciaram à imprensa a falta de coordenação dos bombeiros. Durante a noite, mais de 600 bombeiros e veículos permanecerão nas proximidades das regiões povoadas para protegerem os habitantes. Os bombeiros aproveitavam as últimas horas de luz para combaterem um novo incêndio na localidade de Nafpaktos, a 150 quilômetros a oeste de Atenas, sem ameaçar regiões povoadas.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioRodesGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.