Incêndio em prédio residencial na Alemanha deixa nove mortos

Cinco crianças estão entre as vítimas do fogo; pelo menos 60 pessoas ficam feridas no incidente

Efe,

04 de fevereiro de 2008 | 14h52

Pelo menos nove pessoas morreram, entre elas cinco crianças, em um incêndio registrado no domingo, 3, em um prédio residencial no centro da cidade alemã de Ludwigshafen, ao sudoeste do país, informou nesta segunda-feira a polícia local.   O incêndio começou por volta das 16h30 de domingo, hora local, quando havia no imóvel não apenas os 24 moradores, mas também vários parentes e amigos dos mesmos. Os bombeiros resgataram oito corpos do edifício, que ficou completamente destruído, enquanto uma nona pessoa morreu em decorrência de seus ferimentos pouco depois de ser levada a um hospital.   O fogo e a fumaça causaram ferimentos de diversas intensidades em outras 60 pessoas, das quais vinte estão internadas em diferentes centros médicos.   As causas do incêndio, que começou no domingo à tarde, ainda são desconhecidas. As chamas se alastraram com rapidez pelas escadas do edifício, uma construção de madeira que favoreceu a propagação do fogo.   Os bombeiros disseram que várias pessoas se atiraram pelas janelas de suas casas e caíram nos colchões de salvamento colocados pelas equipes de resgate. Duas crianças pequenas foram jogadas por seus pais e puderam ser salvas ao serem acolhidas por agentes da polícia.   Os dois primeiros corpos, de uma mulher e uma criança que ainda não foram identificados, foram recuperados no começo da noite no andar superior, enquanto o resto foi retirado na madrugada desta segunda dos escombros do edifício. Entre os feridos estão um bebê, vários policiais que ajudaram nos trabalhos de resgate e um bombeiro.   A polícia informou que nas casas incendiadas moravam oficialmente 52 pessoas e que os dois prédios adjacentes foram retirados.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhaincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.