Incêndio força remoção de 15 mil pessoas perto de Atenas

Fogo já ameaça capital grega, cujo acesso pela região norte foi parcialmente restringido

EFE

23 de agosto de 2009 | 13h58

As autoridades gregas pediram aos 15 mil habitantes da localidade de Agios Stefanos que deixem suas casas em virtude do fogo que destrói a região.

 

Os incêndios florestais que são registrados em vários pontos da Grécia também já ameaçam a capital Atenas, cujo acesso pela parte norte foi parcialmente restringido.

 

Neste domingo, 23, o porta-voz da Polícia, Panos Stathis, pediu aos atenienses que passaram o fim de semana fora e precisam retornar à cidade que desistam de fazê-lo, "por sua própria segurança".

 

As chamas cercam as estradas e a fumaça limita a visibilidade, explicou o funcionário, segundo quem a diminuição do tráfego também ajudará o trabalho dos bombeiros.

 

Cerca de 20 quilômetros ao norte de Atenas, as conexões por trem foram suspensas porque o fogo em Agios Stefanos está muito perto dos trilhos e dos vagões.

 

Na mesma localidade, helicópteros jogam água sobre as casas, que correm o risco de serem consumidas pelas chamas.

 

O fogo em torno de Atenas também forçou a evacuação dos habitantes de vários povoados localizados nas encostas do Monte Pendelis.

 

No meio da tarde deste domingo, o porta-voz dos bombeiros, Gianis Kapakis, informou que há outros cinco grandes incêndios no resto do país.

 

O ministro do Interior, Prokopis Pavlopulos, que coordena os trabalhos de combate às chamas e o auxílio às populações em perigo, declarou que "a situação é extremamente difícil devido aos ventos, ao calor e ao terreno".

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioAtenasGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.