Liam Mc Burney/AP Photo
Liam Mc Burney/AP Photo

Irlanda do Norte tem terceira noite seguida de conflitos

Manifestantes armados com coquetéis Molotov e uma granada caseira voltam a enfrentar a polícia

Associated Press

14 de julho de 2010 | 11h18

DUBLIN - A polícia da Irlanda do Norte esteve sob fogo durante a terceira noite seguida de confrontos em redutos nacionalistas irlandeses de Belfast, mas divulgou que não houve feridos.

 

O Serviço Policial da Irlanda do Norte disse nesta quarta-feira, 14, que um manifestante sozinho armado com uma pistola disparou entre quatro e seis tiros ao mesmo tempo que a polícia combatia manifestantes mascarados e jovens durante a madrugada em Ardoyne, um distrito de católicos extremistas no norte de Belfast.

 

Testemunhas dizem que os disparos parecem ter sido direcionados para uma câmera de vigilância policial que gravava as ações dos manifestantes, que também atiraram dezenas de coquetéis Molotov e pelo menos uma granada caseira.

 

Os enfrentamentos aconteceram ao mesmo tempo que protestantes da irmandade Ordem de Orange marcharam em 18 locais em toda a Irlanda do Norte em um uma demonstração anual de força comunal.

 

Políticos acusaram dissidentes do IRA de direcionar a violência que começou no domingo a noite e se espalhou por vários bairros do operariado católico de Belfast e outras cidades. Dissidentes do IRA se concentraram nos últimos meses na tentativa de atrair a polícia para emboscadas, até agora com pouco sucesso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.