Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Israel e Alemanha reforçam relações em acordos bilaterais

Países assinam acordos em projetos tecnológicos de interesse mútuo e intercâmbio entre seus exércitos

Efe,

17 de março de 2008 | 15h31

Israel e Alemanha realizaram nesta segunda-feira, 17, as primeiras "consultas intergovernamentais" e assinaram vários acordos bilaterais para reforçar as relações e acabar com a desconfiança do passado. A chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, presidiram as primeiras consultas que realizam os dois países para "fortalecer a cooperação e a amizade", informou um comunicado conjunto divulgado pelo escritório do primeiro-ministro.   Veja também: Sobreviventes do Holocausto lembram fim de gueto de Cracóvia Líder alemã visita Israel no 60º aniversário do país   "A Alemanha é uma verdadeira amiga do Estado de Israel", disse Olmert em entrevista coletiva com sua colega alemã, segundo declarações obtidas pelo site do jornal Yedioth Ahronoth. "A Alemanha é nosso aliada em muitas lutas conjuntas que são de vital importância para o mundo inteiro", acrescentou o chefe do Governo israelense.   Merkel, por sua vez, fez referência ao conflito palestino-israelense e destacou que os ataques com foguetes vindos da Faixa de Gaza e a construção de novos assentamentos israelenses na Cisjordânia estão afetando negativamente o diálogo de paz.   A chanceler ainda visitou nesta segunda-feira a Yad Vashem, o Museu do Holocausto, onde escreveu no livro de convidados: "O governo alemão, mantendo viva sua responsabilidade pelo Holocausto, expressa sua determinação de construir um futuro conjunto realizando as primeiras consultas germânico-israelenses."   Essas consultas incluem conversas bilaterais, uma reunião conjunta do Gabinete de Ministros e vários foros em matéria de Economia, Ciência e Meio Ambiente.   Os ministros da Defesa alemão e israelense, Franz-Josef Jung e Ehud Barak, respectivamente, trataram sobre projetos tecnológicos de interesse mútuo e fecharam acordos para o aumento da cooperação, com a realização de intercâmbios entre o pessoal de suas academias militares.   Também se reuniram o ministro da Economia da Alemanha, Michael Glos, e o titular de Indústria de Israel, Eli Yishai, que decidiram realizar este ano um encontro para fomentar os intercâmbios comerciais e se comprometeram a aumentar o investimento mútuo.   Os dois Estados também se comprometeram a intensificar a cooperação diplomática, constituir o Fórum de Futuro Germano-Israelense e fomentar os intercâmbios culturais, que incluirão a realização da primeira Semana Cultural Alemã em Israel.   Ainda foram assinados nesta segunda-feira outros acordos para que ambos os países trabalhem conjuntamente na luta contra o terrorismo internacional e a mudança climática.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaIsraelacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.