Itália revela dados financeiros de contribuintes em site

Ministério das Finanças diz que medida é transparente e democrática; dados são recordistas de acessos

Agências internacionais,

01 de maio de 2008 | 15h29

Os rendimentos de cada cidadão italiano foram publicados em um site sem qualquer aviso prévio do governo pelo governo, dias antes da troca de governo, segundo afirmou a edição do jornal britânico The Guardian nesta quinta-feira, 1.   Sob a justificativa de que a medida foi parte de posicionamento de evasão de taxas, o Ministério da Finança colocou na internet detalhes das declarações das pessoas. O site se mostrou extremamente popular e surpreendeu os italianos, que tiveram a chance de descobrir quanto os vizinhos, colegas, superiores e celebridades ganhavam, bombardeando o site com acessos.   Críticos condenaram a publicação, afirmando que ela é uma ultrajante quebra de privacidade e que o governo não tinha o consentimento de tornar esse tipo de informação pública. "É uma clara violação das leis de privacidade", disse o grupo italiano ADOC. "É um perigo para o crescimento do crime e da violência já que os dados são uma fonte irresistível para criminosos."   O Ministério suspendeu o site na noite de quarta-feira depois que autoridades emitiram uma reclamação formal. A evasão fiscal é um problema predominantemente italiano e tanto o premiê recém eleito Silvio Berlusconi como o ex-primeiro-ministro Romano Prodi tentaram combater. Para o ministro Vincenzo Visco, que falou ao jornal italiano Corriere della Sera, a divulgação é uma questão de transparência e democracia. "Não vejo problema", afirmou.   Porém, a divulgação dos dados financeiros dos cidadãos foram vistos por muitos com ceticismo, já que foi um dos últimos atos do governo de Prodi, antes dele deixar o cargo na semana passada, sob as acusações de que a medida foi motivada por rancor. "É muito estranho que isso tenha acontecido um dia antes da saída", Guido Crosetto, membro do partido de Berlusconi, afirmou. "Os contribuintes precisam pagar menos impostos, e não saber quanto os outros italianos ganham."

Tudo o que sabemos sobre:
Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.