Giorgio Perottino/Reuters
Giorgio Perottino/Reuters

Italiano Grillo diz estar pronto a apoiar leis, mas não vota pelo governo

Centro-esquerda teve maioria no Parlamento, mas menos do que o necessário para governar

Reuters

27 de fevereiro de 2013 | 11h21

ROMA - O líder populista Beppe Grillo disse nesta quarta-feira, 27, que seu Movimento 5 Estrelas apoiaria medidas individuais no Parlamento, mas não daria um voto de confiança a qualquer governo liderado por partidos tradicionais.

Grillo disse no Twitter que o 5 Estrelas "não vai dar qualquer voto de confiança ao Partido Democrático (centro-esquerda) ou qualquer outra pessoa, mas vai votar na Câmara a favor das leis que refletem o seu programa". O partido de centro-esquerda ganhou a maioria dos assentos no Parlamento, mas é bem menos do que uma maioria para governar.

O líder democrata Pier Luigi Bersani reagiu com cautela sobre o partido de Grillo, que obteve grande apoio, principalmente votos de protesto.

Mas o líder do 5 Estrelas mencionou Bersani em seu blog como "um homem morto falando", sugerindo que qualquer acordo será difícil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.