Le Parisien, Philippe de Poulpiquet/AP
Le Parisien, Philippe de Poulpiquet/AP

Jornalista francês é morto por francoatirador na Síria

Yves Debay estava a serviço da revista francesa 'Assaut'; rebeldes sírios disseram que incidente ocorreu em Alepo

Reuters

18 de janeiro de 2013 | 17h06

ANCARA - O repórter francês Yves Debay foi morto por um francoatirador ao cobrir a guerra civil da Síria, disse uma autoridade turca nesta sexta-feira, 18.

Debay levou um tiro na cabeça e outro no peito, na quinta-feira, segundo essa fonte. Levado à Turquia, foi declarado morto pela equipe médica. Rebeldes sírios disseram que o incidente ocorreu em Alepo, maior cidade da Síria, ao norte.

Em nota, o presidente da França, François Hollande, condenou o "ato odioso" e manifestou solidariedade com parentes e amigos do jornalistas. Debay estava a serviço da revista francesa Assaut, fundada por ele próprio e voltada para questões de defesa.

A imprensa francesa disse que ele nasceu em 1954, no então Congo Belga (atual República Democrática do Congo), e que mais tarde assumiu a nacionalidade francesa. Ex-militar, ele posteriormente passou para o jornalismo e se especializou em coberturas bélicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.