Jovem é detido por morte de estudantes franceses em Londres

Antes de serem queimados, os dois franceses receberam 243 punhaladas na cabeça, no pescoço e no tórax

EFE

05 de julho de 2008 | 05h32

Um jovem de 21 anos foi detido neste sábado por suposto envolvimento no assassinato de dois estudantes franceses em um apartamento de Londres, informou a Scotland Yard (Polícia Metropolitana). O homem, cuja identidade não foi divulgada, foi detido na sexta-feira e encaminhado a uma delegacia do sudeste da capital britânica, segundo a Scotland Yard. Os corpos de Laurent Bonomo e Gabriel Ferez, ambos de 23 anos e estudantes de bioengenharia, foram achados em um apartamento de New Cross, no sudeste de Londres, no último domingo. Segundo a Polícia Metropolitana de Londres, antes de serem queimados, os dois jovens receberam 243 punhaladas na cabeça, no pescoço e no tórax. De acordo com a Scotland Yard, um computador foi roubado do apartamento dos dois estudantes dias antes do brutal assassinato, embora não tenha sido estabelecida nenhuma relação direta entre os dois crimes. A Polícia disse ainda que um homem branco foi visto correndo nas proximidades do apartamento depois que o fogo começou. Bonomo e Ferez estavam em Londres para três meses de curso de genética na Imperial College. Os dois jovens chegaram à capital britânica no começo de maio e voltariam para casa no fim de julho.

Tudo o que sabemos sobre:
AssassinatoScotland Yard

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.