Jovens protestam na Espanha contra morte de adolescente grego

Jovens atacaram uma estação policial e um banco nas cidades de Madri e Barcelona, na Espanha, na noite de quarta-feira, depois de protestos contra o assassinato de um adolescente por policiais em Atenas, informou a polícia espanhola na quinta-feira. Em Madri, um grupo de quase 200 jovens marchou pelas ruas do centro da cidade na quarta-feira, entoando "polícia assassina" antes de chegar a uma estação policial, contra a qual alguns manifestantes jogaram pedras. Seis pessoas foram presas, incluindo dois menores. Em um banco próximo dali, houve mais três prisões, informou uma porta-voz da polícia de Madri na quinta-feira. "Tudo já tinha acabado às dez e meia, mas vimos mais protestos sendo convocados em um website. Não sabemos se isso vai levar a alguma coisa", disse. Em Barcelona, duas pessoas foram presas depois que jovens saíram de uma marcha e atacaram um banco, quebrando janelas e destruindo bens públicos, disse um porta-voz da polícia de Barcelona. Os protestos acontecem em meio a dias de violência entre estudantes e policiais em Atenas, depois da morte de Alexandros Grigoropoulos, de 15 anos, pela polícia grega. (Reportagem de Paul Day)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.