Zakaria Abdelkafi/AFP
Zakaria Abdelkafi/AFP

Justiça não vê terrorismo em ataque com faca que deixou 7 feridos em Paris

Agressor não tem nenhum antecedente criminal e nem está fichado por radicalismo

O Estado de S.Paulo

10 Setembro 2018 | 04h48

A Procuradoria de Paris não considera que o ataque de faca efetuado na noite deste domingo, 9, que feriu sete pessoas - quatro delas com seriedade -, foi uma ação terrorista, de acordo com as informações obtidas até a manhã desta segunda-feira.

Fontes judiciais explicaram que uma nova investigação para "tentativas voluntárias de homicídio" foi instaurada e repassada à Polícia Judiciária, e que no momento não há nenhuma suspeita que permita a qualificação de um ato de terrorismo.

O agressor, na faixa dos 30 anos, foi detido por forças oficiais. De acordo com o canal BFMTV, ele não tem nenhum antecedente criminal e nem está fichado por radicalismo. Os eventos ocorreram em um complexo de cinema na Bassin de la Villette, uma área de lazer no nordeste da cidade, onde o agressor atacou, aleatoriamente, vários transeuntes.

Algumas testemunhas que estavam jogando bocha tentaram pará-lo e jogaram uma bola em sua direção, que atingiu sua cabeça, o que deu início à fuga, de acordo com a emissora France Info. No entanto, pouco depois, ele atacou dois turistas britânicos antes de ser neutralizado pela polícia./EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.