Kasparov é escolhido candidato da oposição à Presidência russa

O ex-campeão do mundo de xadrez concorrerá à sucessão de Putin nas eleições de março de 2008

Efe,

30 de setembro de 2007 | 17h37

O político liberal e lendário jogador de xadrez Garry Kasparov foi escolhido neste domingo, 30, o candidato comum da oposição para o pleito presidencial de março de 2008, quando será eleito o sucessor do atual chefe de Estado, Vladimir Putin.  Kasparov, líder da oposição russa e crítico contumaz de Putin, foi escolhido entre um total de seis candidatos durante um congresso federal da coalizão opositora Outra Rússia, por causa dos resultados das eleições primárias realizadas em várias regiões do país. A oposição sistemática a Putin rendeu a Kasparov alguns dias de detenção. Ele participava de um protesto contra a interferência do Kremlim nos meios de comunicação do país, e segundo os manifestantes, contra o crescente autoritarismo de Putin, no período que antecede eleições parlamentares e presidenciais. "Por maioria de votos, os delegados do congresso da Outra Rússia promoveram Kasparov como candidato único da coalizão no pleito presidencial", disse à agência Interfax a porta-voz da legenda, Miudmila Mamina. No curso da votação secreta o ex-campeão do mundo de xadrez recebeu o apoio de 379 dos 498 delegados que participaram do congresso, segundo Mamina.  Kasparov anunciou seu ingresso na vida política do país, um dia após aposentar-se das competições de xadrez em 2005. À época, declarou  que tomara a decidão para se opor a o que chamou de "ditadura" do presidente Vladimir Putin. "Fiz tudo o que podia no xadrez e mais", disse em um comunicado. "Agora planejo usar meu intelecto e minha estratégia na política russa." Número um Nascido em Baku, na antiga república soviética do Azerbaijão, Kasparov é  considerado o melhor jogador de xadrez da história, apesar de ser lembrado por uma de suas poucas derrotas - contra o Deep Blue, um supercomputador da  IBM, em 1997. Kasparov perdeu o título de campeão mundial para o russo Vladimir Kramnik em 2000, mas ainda é o número 1 da Federação Internacional de Xadrez.  Kasparov é um dos líderes do Comitê 2008: Escolha Livre, que foi formado pelos liberais depois de terem sido vencidos pelo bloco pró-Kremlin nas eleições parlamentares de 2003. O Comitê 2008, cujos membros incluem os reformistas Irina Khakamada e Grigori Yavlinski, busca substituir Putin com um líder mais liberal nas próximas eleições presidenciais. Alguns críticos de Putin acreditam que ele planeja usar sua maioria no Parlamento para mudar a Constituição e prolongar seu governo.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.