Kuzmanovic vence eleições da República Sérvia da Bósnia

Candidato obtém 46% dos votos; os dois principais rivais juntos conseguem a mesma porcentagem

Efe,

10 de dezembro de 2007 | 00h56

O primeiro-ministro servo-bósnio, Milorad Dodik, proclamou neste domingo, 9, a vitória de seu correligionário Rajko Kuzmanovic, candidato da União dos Social-democratas Independentes (SNSD), nas eleições à Presidência da República Sérvia da Bósnia. Dodik disse que Kuzmanovic obteve 46% dos votos, após a apuração de mais de 50% dos sufrágios. "Kuzmanovic é o vencedor, a SNSD triunfou", afirmou Dodik em entrevista coletiva em Banja Luka. O premier também assegurou que os dois principais rivais de seu candidato, Mladen Ivanic e Ognjen Tadic, obtiveram juntos 46% dos votos. "Serei o presidente de todos os cidadãos, indistintamente de sua orientação política", afirmou o novo presidente, cujo mandato terminará em 2010, e acrescentou que sua vitória é "a vitória da democracia e da República Sérvia da Bósnia". Segundo a lei, é eleito presidente o candidato que obtiver uma maioria simples. O presidente do ente sérvio tem funções protocolares, já que o poder de decisão está nas mãos do primeiro-ministro, Dodik, também presidente do SNSD. Segundo o acordo de paz de 1995, a Bósnia é um Estado composto por duas entidades com ampla autonomia - a sérvia e a comum de muçulmanos e croatas - e tem também as instituições de poder centrais ainda frágeis.

Tudo o que sabemos sobre:
Bósniaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.