Leão morre em zoológico da Hungria após comer carne infectada com antraz

Um leão de um zoológico húngaro morreu depois de comer carne infectada com antraz, oriunda de uma fazenda próxima, na região leste do país, disse a agência de notícias nacional MTI nesta quinta-feira.

Reuters

10 de abril de 2014 | 12h05

Citando a autoridade veterinária local, a MTI disse que a carne infectada veio da aldeia de Esztar e foi enviada para o zoológico da cidade de Debrecen.

Dois leões, dois leopardos e um tigre comeram da carne infectada, disse Istvan Tischler, diretor da autoridade veterinária local à MTI. Um dos leões morreu e os demais animais estão sendo monitorados após receberem medicamentos.

Segundo o diretor, a fazenda onde a vaca infectada foi identificada foi colocada em quarentena, enquanto os porcos e os cães foram medicados. Ele disse que cerca de 70 animais no zoológico, suscetíveis à infecção, teriam de ser vacinados.

O zoológico foi fechado aos visitantes temporariamente.

A doença não se espalha pelo contato entre humanos, de um animal para outro, ou de animais infectados para os seres humanos, disse Tischler.

Tudo o que sabemos sobre:
HUNGRIAALEMANHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.