Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Líder checheno pró-Moscou culpa EUA por atentado em Boston

O líder checheno apoiado pela Rússia criticou a polícia dos Estados Unidos nesta sexta-feira pela morte de um cidadão de origem chechena suspeito de ter realizado o atentado a bomba na Maratona de Boston e atribuiu à criação dele nos Estados Unidos a responsabilidade pela violência.

Reuters

19 de abril de 2013 | 13h41

"A raiz do mal deve ser procurada nos Estados Unidos", disse Ramzan Kadyrov em comentários publicados na Internet após a polícia ter matado Tamerlan Tsarnaev e deflagrado uma caçada por seu irmão Dzhokhar, suposto cúmplice no atentado.

"Eles (os irmãos) cresceram e estudaram nos Estados Unidos e as suas atitudes e crenças foram formadas lá", disse Kadyrov. "Qualquer tentativa de fazer uma conexão entre a Chechênia e os Tsarnaev é em vão."

Kadyrov, um líder pró-Kremlin cujas forças de segurança têm sido acusadas ??de abusos aos direitos humanos, tais como sequestros e torturas, questionou por que a polícia dos EUA não tinha sido capaz de prender Tamerlan Tsarnaev em vez de matá-lo.

"Aparentemente, os serviços especiais precisavam de um resultado por qualquer meio para apaziguar a sociedade", disse.

A Chechênia é uma região russa que foi derrotada em sua luta pela independência em duas guerras na década de 1990.

(Reportagem de Timothy Heritage)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIACHECHENIACULPAEUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.