Christophe Ena/AP
Christophe Ena/AP

Líder nas pesquisas, Emmanuel Macron vota na França

O candidato centrista foi acompanhado da família, de dezenas de jornalistas e populares

Mariana Lima, O Estado de S. Paulo

07 Maio 2017 | 07h41

O candidato social-liberal à presidência da França, Emmanuel Macron, favorito nas pesquisas, votou na manhã deste domingo, 7, na cidade de Le Touquet, no noroeste do país.

Macron chegou às 10h45, horário local, acompanhado da esposa Brigitte e foi cercado por dezenas de jornalistas e apoiadores de campanha. O candidato demorou cerca de 15 minutos para votar e pousar para fotografias.

Autodenominado centrista, Macron liderou as intenções de voto durante as últimas semanas de campanha eleitoral. As pesquisas mais recentes dão conta de que ele venceria a disputa com 23 a 26 pontos de diferença sobre a opositora de extrema-direita Marine Le Pen.

A expectativa dos dois candidatos, na manhã deste domingo, é de disparar no pleito com a conquista de última hora de eleitores. No primeiro turno, 22% dos votantes decidiram não comparecer a votação, com previsão de aumento deste grupo no segundo turno. Na França, o voto é facultativo.

Ataques. Os últimos dias de período eleitoral na França foram marcados por vazamentos de supostos documentos internos da equipe de campanha ‘En Marche!’, partido de Macron.

Na sexta-feira, a equipe do candidato centrista anunciou que e-mails e informações de contabilidade da campanha, entre eles documentos supostamente falsificados, foram divulgados na internet após um ataque de hackers.

Em entrevista à imprensa, ontem, presidente francês François Hollande disse que o ataque não ficará sem respostas. Macron atuou como ministro da economia do governo de Hollande por dois anos. / COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA EFE.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.