Londres penalizará carros que consomem muita gasolina

Os proprietários de carros que consomemmuita gasolina pagarão a partir de outubro 25 libras (49dólares) por dia para dirigi-los pela região central deLondres, afirmou na terça-feira o prefeito da cidade, KenLivingstone. A decisão, adotada após um ano de consultas públicas,integra um pacote que Livingstone está adotando a fim dereduzir as emissões de gás carbônico em Londres, em 60 porcento, até 2025. "Acredito que essa iniciativa inovadora terá impacto nomundo todo, e outras cidades seguirão nosso exemplo aopersistirem em seus esforços para impedir que se instalemmudanças climáticas catastróficas", afirmou, em uma entrevistacoletiva. Livingstone, que fez do meio ambiente um dos temas centraisde seu mandato, depara-se com uma dura batalha para tentarreeleger-se, em maio. Nessa campanha, a questãoconservacionista deve ocupar um espaço importante. Londres gera cerca de 7 por cento das emissões de gáscarbônico da Grã-Bretanha e ocupa a dianteira em um grupo de 40cidades grandes do mundo todo que debatem formas de enfrentaras mudanças climáticas. O plano da cidade é muito mais ambicioso do que o projetode lei discutido atualmente pelo Parlamento britânico e queprevê diminuir as emissões nacionais do gás carbônico, oprincipal dos gases do efeito estufa, em 60 por cento até2050.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.