Madri homenageia as vítimas de atentados de 2004

Os reis da Espanha e o primeiro-ministroJosé Luis Rodríguez Zapatero presidiram na terça-feira aprincipal homenagem às vítimas dos atentados de 11 de março de2004 em Madri, que completa quatro anos. Em uma sóbria cerimônia, com cerca de dez minutos deduração e sem discursos, foi depositada uma coroa de lourosdiante do monumento em homenagem aos 191 mortos, em frente àestação de Atocha. Houve então um minuto de silêncio. Dez bombas explodiram naquele 11 de março no horário depico em quatro trens de Madri, nos piores atentados desfechadospor grupos islâmicos já ocorridos na Europa. Faltavam três dias para as eleições gerais, e o governoconservador da época, preocupado em evitar prejuízos políticospor causa de seu envolvimento na guerra do Iraque, atribuiuinicialmente o ataque aos separatistas bascos. Mas ficou claroque se tratava de um atentado de extremistas islâmicos, e oPartido Socialista Operário Espanhol (PSOE) venceu a eleição. Parentes das vítimas e várias autoridades nacionais elocais assistiram à cerimônia. O coro da capela real de Madri eda Catalunha, em que canta a esposa de Zapatero, SonsolesEspinosa, interpretou a peça "Da Pacem Domine", do compositorestoniano Arvo Part, inspirada no atentado que ficou conhecidocomo "11-M". O rei Juan Carlos, a rainha Sofia e as demais autoridadesem seguida desceram ao monumento de vidro em que estão expostasmensagens deixadas por centenas de pessoas nos dias que seseguiram à tragédia. Em outubro de 2007, após quase cinco meses de julgamento,um tribunal condenou os 21 réus do caso. O Ministério Público,associações de vítimas e advogados de vários réus recorreram aoTribunal Supremo contra a sentença. O 11 de março foi declarado Dia Europeu das Vítimas doTerrorismo. No Parlamento Europeu, o presidente Hans-GertPttering recordou na terça-feira todas as pessoas que sofreram"a barbárie" do terror. (Por Raquel Castillo e Teresa Larraz)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.