Mãe de Silvio Berlusconi morre aos 97 anos em Milão

A mãe do magnata e ex-premiê italianoSilvio Berlusconi morreu neste domingo, aos 97 anos, de acordocom agencias de notícias, privando o líder oposicionista de umamatriarca excessivamente carinhosa e de um valioso ativopolítico diante das chances de ele voltar a ser eleito. "Mamma Rosa", como era conhecida pelos italianos, era umaforte entusiasta da ascensão de seu filho ambicioso da classemédia ao posto de homem mais rico da Itália e duas vezesprimeiro-ministro. Políticos fizeram fila para lamentar a morte da mãe deBerlusconi após a notícia ter sido publicada no site do partidodo ex-primeiro-ministro, o Forza Italia. A nota dizia que Rosa"faleceu em paz" na sua residência, em Milão. Ela morreu sem saber se Berlusconi, 71 anos, conseguiriaocupar novamente o cargo de premiê --pesquisas apontam que simcaso sejam convocadas eleições após o colapso do governo decoalizão de centro-esquerda de Romano Prodi no mês passado. "Ele trabalha como um escravo, de manhã até a noite, e tudoo que recebe em troca são insultos", disse Rosa em uma raraentrevista concedida a um jornal pouco antes da eleição em2006, quando Berlusconi perdeu por uma pequena margem de votospara Prodi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.