Mãe que matou e escondeu bebês é condenada na Alemanha

Mulher foi sentenciada a 8 anos de prisão por enterrar uma filha e esconder outra na máquina de lavar

Efe,

27 de abril de 2009 | 20h44

O Tribunal Provincial de Halle, na Alemanha condenou nesta segunda-feira, 27, a oito anos e meio de prisão uma mulher de 28 anos que matou suas duas filhas bebês, enterrando um deles e escondendo o outro na máquina de lavar de sua casa. O caso foi descoberto em outubro do ano passado, quando o companheiro dela e pai de suas duas filhas mortas - e também de um filho de dois anos com a condenada -, descobriu o corpo de uma das recém-nascidas dentro da lavadora.

 

O tribunal considerou provado que a mãe matou suas filhas, algo que ela mesma admitiu durante o processo, alegando não ser capaz de explicar por que as assassinou. "Não posso argumentar os fatos, sinto muito", disse, após reconhecer que asfixiou a filha com um lenço, antes de escondê-la na lavadora.

 

Um ano antes, após dar à luz em segredo, a condenada havia estrangulado a outra menina, cujo corpo enterrou no dia seguinte em um terreno próximo à sua casa, em Grosskugel, no leste da Alemanha.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.