Oliver Hoslet/EPA
Oliver Hoslet/EPA

Candidata de extrema-direita, Marine Le Pen vota no norte da França

A candidata de extrema-direta votou ao lado do líder do partido Frente Nacional, Steeve Brios

Mariana Lima, O Estado de S. Paulo

07 Maio 2017 | 08h32

Marine Le Pen, candidata de extrema-direita nas eleições presidenciais francesas, votou no segundo turno das eleições na manhã deste domingo, 7, em Hénin-Beaumont, no norte da França. A derrota de Le Pen é apontada como certa pelas pesquisas.

A candidata foi acompanhada de Steeve Brios, prefeito da cidade e presidente do partido de Le Pen, Frente Nacional. Brios é considerado chave para a campanha de extrema-direita, após transformar Hénin-Beaumont em uma cidade-modelo do partido.

Após a votação, Le Pen cumprimentou eleitores e seguiu acompanhada de guarda-costas para um almoço em família. A candidata acompanhará a apuração dos votos em Paris.

Aos 48 anos, Le Pen entrou para a história da França ao ser a segunda mulher a vencer o primeiro turno de uma eleição presidencial. A primeira delas foi a socialista Ségolène Royal, em 2007.

Todas as pesquisas eleitorais francesas apontam para a derrota de Le Pen. Se conseguir um grande número de votos, no entanto, a candidata ganha forças e se consagra como a líder da oposição.

Para isso, Le Pen pretende conquistar os franceses que se recusaram a votar no primeiro turno. Na França, a votação é facultativa e 22% dos eleitores não compareceram às urnas no primeiro pleito. / COM INFORMAÇÕES DA EFE.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.