Marinha espanhola prende piratas somalis no mar

A marinha espanhola prendeu no domingo dois piratas de um grupo criminoso somali que sequestrou um navio de pesca de atum espanhol no Oceano Índico na semana passada, informou a rádio estatal RNE.

REUTERS

04 de outubro de 2009 | 17h38

A Espanha despachou a embarcação Canarias na sexta-feira, após descobrir que o navio Alakrana, com 26 tripulantes, havia sido capturado na costa da Somália.

O general Jaime Dominguez disse que um helicóptero da marinha interceptou um pequeno barco com dois piratas que tentavam chegar à terra após deixar o Alakrana ancorado a 135 milhas náuticas da costa somali.

"Durante a prisão, e como consequência da resposta ameaçadora de um dos piratas, ele foi ferido levemente", disse Dominguez à RNE.

"Nós não vamos fazer nada que possa colocar o bem-estar dos pescadores em risco", ele adicionou.

A RNE informou que o juiz da Suprema Corte Baltasar Garzon acusou os dois homens de terrorismo e sequestro.

(Reportagem de Martin Roberts)

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAPIRATAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.