Marinha italiana resgata 233 imigrantes no sul da Sicília

A Marinha italiana resgatou 233 imigrantes, em sua maioria africanos, de uma embarcação de 10 metros nas águas do Mediterrâneo, ao sul da Sicília, um sinal de que a crise migratória que deixou centenas de mortos em naufrágios em 2013 não arrefeceu.

Reuters

02 de janeiro de 2014 | 09h54

O resgate ocorreu na quarta-feira, e os migrantes estavam sendo levados nesta quinta para um porto perto de Siracusa, na Sicília, disse a Marinha em comunicado.

Havia a bordo homens e mulheres provenientes da Eritrea, Nigéria, Somália, Zâmbia e Mali, bem como do Paquistão, segundo a Marinha.

Os desembarques por mar na Itália, com procedência da África, mais do que triplicaram em 2013, incrementados por refugiados da guerra civil na Síria e de conflitos políticos na região do Chifre da África.

Em outubro, 366 eritreus morreram afogados em um naufrágio perto da costa da ilha italiana de Lampedusa.

(Reportagem de Steve Scherer)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIARESGATEIMIGRANTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.