Medvedev sanciona lei de pacto nuclear entre Rússia e EUA

O presidente russo, Dmitry Medvedev, sancionou nesta sexta-feira a lei sobre o novo tratado de redução de armas nucleares com os Estados Unidos, Start, e disse que o pacto histórico logo entrará em vigor.

REUTERS

28 de janeiro de 2011 | 13h45

"Hoje, eu assinei o documento de ratificação referente ao tratado estratégico de armas ofensivas", disse Medvedev ao seu Conselho de Segurança, segundo agências de notícias russas.

O novo Start, assinado por Medvedev e o presidente Barack Obama em abril passado depois de um ano de difíceis negociações, é o primeiro pacto de armas nucleares entre a Rússia e os Estados Unidos em quase uma década e é um elemento crucial no "reinício" que melhorou a relação entre os países.

O tratado reduzirá os limites para o número de ogivas estratégicas mobilizadas e os sistemas de entrega que os ex-inimigos da Guerra Fria podem manter e irá estabelecer regras de verificação permitindo que um país mantenha um registro dos arsenais nucleares do outro.

O Senado norte-americano aprovou a ratificação no mês passado, em uma vitória para Obama, e o parlamento russo, controlado pelo Kremlin, deu sua aprovação final através de uma votação na Câmara na quarta-feira.

Medvedev disse que o ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, e a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, provavelmente farão uma troca de documentos, colocando o tratado de 10 anos em vigor na próxima reunião.

O encontro deve ocorrer durante uma conferência de segurança em Munique, na Alemanha, entre 4 e 6 de fevereiro.

(Reportagem de Steve Gutterman)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAMEDVEDEVNUCLEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.