Medvedev substitui chefe do Estado-Maior do Exército russo

Segundo a imprensa, general era contra redução das funções e privatização de parte das tropas

Efe,

03 de junho de 2008 | 11h17

O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, nomeou nesta terça-feira, 3, o general Nikolai Makarov como novo chefe do Estado-Maior do Exército russo em substituição a Yuri Baluyevsky, que exerceu o cargo nos últimos quatro anos. Medvedev, que assumiu a Presidência russa há quase um mês, acumula o cargo de Comandante Supremo das Forças Armadas da Rússia. Como tal, liderou em 9 de maio o primeiro desfile com mísseis intercontinentais na Praça Vermelha desde a queda da União Soviética. "Tomei a decisão de introduzir uma série de mudanças de pessoal no Exército", anunciou Medvedev durante seu encontro no Kremlin com o ministro da Defesa, Anatoly Serdyukov, segundo as agências russas. Medvedev acrescentou que tinha aceitado nomear Makarov, de 58 anos, como novo chefe do Estado-Maior do Exército por sugestão de Serdyukov. "Baluyevsky passará a exercer outra função. Será o vice-secretário do Conselho de Segurança", disse o presidente russo, que agradeceu ao general pelos "serviços prestados". O novo chefe do Estado-Maior exercia desde abril do ano passado a função de vice-ministro da Defesa e chefe do departamento de armamento das Forças Armadas. A imprensa russa tinha especulado nos últimos meses sobre a iminente renúncia de Baluyevsky, devido a supostas desavenças com Serdyukov, o primeiro civil encarregado da pasta da Defesa. Aparentemente, Baluyevsky estava incomodado com a decisão do Ministério da Defesa de reduzir as funções do Estado-Maior e privatizar algumas antigas tropas em Moscou e São Petersburgo. Serdyukov tinha sido nomeado titular da Defesa pelo ex-presidente russo Vladimir Putin para pôr ordem nas fileiras do Exército russo, marcado há anos pela corrupção e os maus-tratos a recrutas.

Mais conteúdo sobre:
Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.