Membros do SPD alemão aprovam participação em governo de Merkel

Membros do partido Social Democrata (SPD) da Alemanha votaram amplamente a favor de uma união à "grande coalizão" com os conservadores da chanceler Angela Merkel neste sábado, abrindo caminho para um novo governo de direita-esquerda que irá assumir na terça-feira.

Reuters

14 de dezembro de 2013 | 14h45

Os Cristãos Democratas (CDU) de Merkel e o partido irmão União Cristã Social (CSU), da Bavária, ganharam as eleições de 22 de setembro, mas não obtiveram uma maioria. Eles precisavam achar aliados e gastaram boa parte dos últimos três meses negociando uma coalizão com o arquirrival SPD, que ficou em segundo lugar nas eleições.

Um "não" poderia levar a Alemanha a uma crise e complicar os esforços da União Europeia de uma reforma bancária.

Os SPD disse que 76 por cento dos seus membros aprovaram a coalizão, apesar de alguns atritos iniciais.

(Reportagem de Erik Kirschbaum)

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHASPDMERKEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.