Merkel confia que eleitores italianos escolherão seguir reformas de Monti

A primeira-ministra alemã, Angela Merkel, disse nesta terça-feira que está confiante de que o povo italiano escolherá continuar no caminho da reforma estabelecido pelo premiê tecnocrata que está de saída, Mario Monti, nas próximas eleições.

Reuters

11 de dezembro de 2012 | 12h57

"Eu apoio as reformas iniciadas pelo governo de Mario Monti, que fizeram com que investidores financeiros recobrassem alguma confiança na Itália, então estou certa que o povo italiano irá votar desta forma, para que a Itália permaneça no caminho correto", afirmou Merkel em uma entrevista coletiva.

As ações europeias e mercados de bônus foram abalados pelas preocupações de que o ex-premiê Silvio Berlusconi poderia retornar ao poder no país, com as eleições do ano que vem, e enfraquecer os esforços para reformar as finanças do Estado italiano.

(Reportagem de Stephen Brown e Andreas Rinke)

Mais conteúdo sobre:
ALEMANHAMERKELITALIAREFORMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.