Milão terá seu primeiro hotel com emissão zero de gases-estufa

MILÃO (Reuters Life!) - Milão, uma das cidades mais poluídas da Europa, terá seu primeiro hotel sem emissão de gases-estufa em março, apostando em tecnologia japonesa e energia limpa para compensar suas emissões de carbono, disseram os responsáveis pelo projeto nesta quinta-feira.

REUTERS

03 de dezembro de 2009 | 18h14

O novo hotel, localizado no coração do centro financeiro da Itália, ajudará na redução de cerca de 420 toneladas de CO2 por ano. Isto pode parecer uma gota no oceano, mas todo esforço é válido em uma cidade com emissão de gases-estufa estimada em cerca de 7 milhões de toneladas por ano.

"Somos o primeiro hotel sem emissão em Milão, uma das áreas mais poluídas da Itália e provavelmente na Europa... Não contribuiremos com a poluição", disse a repórteres Vittoria Modena, autora do projeto, orçado entre 18,13 milhões de dólares e 22,67 milhões de dólares.

O hotel será livre de emissões graças à tecnologia desenvolvida pela Mitsubichi Electric que não queima combustível para aquecimento e será totalmente abastecido por fontes renováveis de energia, disse Modena.

Cada quarto para um casal custará 400 euros.

(Reportagem de Svetlana Kovalyova)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAHOTELLIMPO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.