Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Milhares de jovens fazem manifestação de apoio a Putin

Milhares de jovens russos de provínciasdo interior fizeram uma passeata até o Kremlin na quinta-feirapara manifestar seu apoio ao presidente Vladimir Putin, masmuitos admitiram que sua principal motivação fora a viagemgrátis até a capital. Diante dos muros vermelhos do Kremlin, cerca de 15 miljovens com bandeiras da Rússia e de associações acotovelaram-sena frente de um palco. Em cima dele, um rapaz mostrava umafaixa dizendo "Nosso futuro com Putin". "Nem todo nosso país acredita num futuro com ele", disse ojovem. "Querem um país fraco, ineficiente. Queremos um paísgrande, forte." As autoridades russas criaram uma rede de grupos de jovensem torno do movimento Nashi originalmente para prevenir apossível repetição na Rússia das revoluções que aconteceram naUcrânia e na Geórgia em 2003 e 2004. Mas agora o Nashi e os outros grupos se transformaram numexército de soldados dispostos a tudo para combater os inimigosdo Kremlin, e projetar o apoio ao governo para o resto dapopulação, dizem analistas. "Uma de suas principais metas declaradas é responder aqualquer ação da oposição democrática e liberal com outra ação,ridicularizando-a", disse Denis Volkov, analista do institutode pesquisas Levada. Um novo grupo que ajuda crianças pobres e órfãs, chamadoMishki -- urso de pelúcia em russo --, também se manifestou epediu a Putin que seja sua autoridade simbólica. O Nashi já atacou o embaixador britânico, que no anopassado participou de uma reunião da oposição, já protestoudiante da embaixada da Estônia por causa da retirada de umaestátua em homenagem ao Exército Vermelho e comandou comíciosna campanha para as eleições parlamentares de domingo passado. O grupo é composto principalmente por jovens de classemédia e baixa que moram nas cidades da Rússia central. Paraatrair adeptos, usa os mesmos artifícios que outros movimentosjovens -- companheirismo, esportes e viagens. Sem contar um toque de glamour. Na quarta-feira modelosdesfilaram numa passarela com a moda Nashi, sempre em vermelhoe branco. E mesmo antes de a manifestação de quinta-feira terminar,muitos integrantes do movimento já tinham enrolado suas faixase saído para passear por Moscou. Para muitos, era a primeirachance de ir à capital russa.

JAMES KILNER, REUTERS

06 de dezembro de 2007 | 16h32

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIANASHIJOVENS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.