Elizabeth Dalziel/AP
Elizabeth Dalziel/AP

Milhares de pessoas acampam durante a noite para ver o casamento do ano

Muitos dos que já aguardavam na avenida conhecida como The Mall, em frente ao palácio de Buckingham, foram recompensados quando o príncipe William saiu para cumprimentá-los

Efe,

29 de abril de 2011 | 04h23

Casamento real no Estadão.com.br

 

LONDRES - Milhares de pessoas acampadas em vários pontos de Londres - e milhões em todo o mundo - aguardam nesta sexta-feira, 29, com ansiedade ou simples curiosidade o esperado enlace do príncipe William e de Kate Middleton, o casamento do ano no Reino Unido.

Centenas de admiradores passaram a noite em tendas montadas em frente à Abadia de Westminster, onde nas próximas horas se casarão os noivos, e em diversos parques da capital britânica para acompanhar ao vivo o casamento do jovem casal.

Muitos dos que já aguardavam na noite de quinta-feira, 28, na avenida conhecida como The Mall, em frente ao palácio de Buckingham, foram recompensados quando o príncipe William saiu para cumprimentá-los, estendendo as mãos a muitos deles, conversando e tirando fotografias.

Pela programação, os 1.900 convidados à cerimônia na Abadia de Westminster devem começar a chegar pouco depois das 4h (horário de Brasília), enquanto os membros das famílias reais estrangeiras farão o mesmo às 6h20. William e seu irmão e padrinho de casamento, o príncipe Harry, deverão entrar no templo às 6h15.

 

 

 

Veja também:

linkUm casamento com bom humor

linkSaiba números da união real

linkFrenesi pelo casamento real

linkEmpresa cria um casamento real inusitado

linkOrganização invejável e horários estranhos

linkCom jornais gratuitos e tabloides, casamento está em toda parte

videoTV ESTADÃO: Conheça a história dos noivos

especialESPECIAL: O trajeto do casamento

especialESPECIAL: Veja as árvores genealógicas de Kate e William

especialAcompanhe o casamento real no estadão.com.br

 

 

 

O noivo, que trajará o uniforme escarlate de coronel da Guarda Irlandesa, terá de esperar quase 45 minutos até a chegada de Kate, que deixará com seu pai, Michael, o luxuoso hotel londrino onde passou sua última noite de solteira para seguir ao templo às 6h51 em uma limusine Rolls-Royce Phantom VI. Sua mãe, Carole, seu irmão, James, e sua irmã, Philippa, que será a dama de honra, terão feito o mesmo cerca de meia hora antes.

Segundo o programa oficial, a rainha Elizabeth II e seu marido, Felipe de Edimburgo, chegarão por volta das 6h45, pouco depois do príncipe Charles, pai do noivo, e de sua esposa, Camilla.

A cerimônia nupcial, oficiada por vários clérigos, entre eles o arcebispo de Canterbury e primaz da Igreja Anglicana, Rowan Williams - encarregado de casar William e Kate -, terá início às 7h e deve chegar ao fim pouco depois das 8h, quando os recém-casados começarão sua procissão em carruagem até o Palácio de Buckingham.

Tal qual se indicou, Kate Middleton, ao pronunciar seus votos, não prometerá obedecer mas amar, confortar e honrar o príncipe William, seu namorado nos últimos oito anos.

O trajeto até o Palácio de Buckingham, em uma carruagem State Landau de 1902 levada por cavalos, percorrerá as ruas centrais de Londres, onde haverá multidões para presenciar ao vivo a exibição aérea de aviões militares e, com sorte, o beijo do casal desde o balcão de Buckingham.

A partir desse momento, os festejos serão privados e começarão com um almoço oferecido por Elizabeth II, avó do príncipe, a 600 seletos convidados no mesmo palácio, com o acompanhamento musical da harpista real Claire Jones.

Nesse momento será apresentada a espetacular torta nupcial produzida pela confeiteira Fiona Cairns.

A rainha, de 85 anos, e seu marido irão se retirar após o almoço, e não ficarão para a recepção ainda mais exclusiva - só para cerca de 300 convidados - que será oferecida pelo príncipe Charles e que consistirá em um aperitivo e um jantar de três pratos preparado pelo chef suíço Anton Mosimann.

Na sequência terá início uma festa comandada por DJs em um dos salões do palácio.

O príncipe Harry preparou ainda um café da manhã dos sobreviventes, consistente em sanduíches de bacon para os convidados que conseguirem sobreviver à noite de celebração.

Com audiência televisiva em todo o mundo calculada em dois bilhões de pessoas e multidões concentradas em Londres para acompanhar o casamento real, as autoridades e a monarquia montaram telões em Hyde Park e na Praça Trafalgar para transmitir todos os detalhes da ocasião ao vivo.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
casamentoreallondres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.