Milhares de sérvios protestam contra independência de Kosovo

Manifestantes prometem ator todos os dias contra a proclamação unilateral de representantes kosovares

Efe,

18 de fevereiro de 2008 | 11h11

Milhares de sérvios fizeram uma manifestação nesta segunda-feira, 18, sem causar incidentes em diferentes lugares do Kosovo, para expressar seu repúdio à independência proclamada por Pristina no domingo.  Bush reconhece a independência de KosovoSérvia acusa líderes de 'crime contra a ordem'Kosovo luta pelo reconhecimento internacionalGuterman: Kosovo independente faz o mundo pisar em ovos  Entenda o que está em jogo em KosovoMapa: a disputa dos Bálcãs Veja lista de países que reconhecem a independência do Kosovo   A maior concentração aconteceu em Mitrovica, no norte do Kosovo, onde, segundo estimativas da polícia, cerca de 6 mil pessoas marcharam do centro da parte norte da cidade até a ponte sobre o rio Ibar, que divide a localidade. Várias bandeiras dos Estados Unidos, principal aliado do Kosovo em seu caminho para a independência, foram queimadas durante o protesto, que se dissolveu apenas uma hora após seu começo. Foto: Reuters Os organizadores da manifestação anunciaram que querem protestar a partir de agora todos os dias às 12h44 (8h44 de Brasília), em referência à resolução 1.244 do Conselho de Segurança da ONU, que estabelece Kosovo como parte da Sérvia. "A América não é mais a única superpotência do mundo", disse aos manifestantes Marko Jaksic, um dos líderes servo-kosovares. "Vêm os russos e, enquanto existir Rússia e Sérvia, nunca haverá um Kosovo independente", acrescentou o porta-voz dos municípios sérvios do Kosovo. Os manifestantes gritavam "Sérvia, Sérvia", levando cartazes com palavras de ordem como "não vamos entregar o Kosovo" e "vamos defender o Kosovo com todas as nossas forças". Um dos manifestantes, que se identificou como Mihailo, um desempregado de 55 anos, advertiu que muitos sérvios têm armas, mas que não pensam em entregar à polícia kosovar. Em outros centros urbanos também houve manifestações, como em Gracanica, perto de Pristina, e em Strpce, no sul do Kosovo.

Mais conteúdo sobre:
KosovoSérviaindependência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.