Milhares pedem a saída do premiê da Hungria

População exige que Ferenc Gyurcsany deixe o cargo após denúncias de fraude nas eleições, há um ano

Reuters e Associated Press,

23 de outubro de 2007 | 13h38

Milhares de apoiadores do partido de oposição húngaro ocuparam as ruas de Budapeste nesta terça-feira, 23, dia do aniversário de 51 anos da revolução contra a União Soviética. Os manifestantes exigem a saída do premiê do país, Ferenc Gyurcsany, do cargo.   Associated Press   Apesar do grande número de manifestantes, o protesto desta terça-feira foi pacífico. Na segunda, 19 pessoas foram feridas nos confrontos, além de participantes terem lançado bombas de gás e destruírem carros nas ruas.   Reuters   O protesto acontece um ano após as grandes manifestações de 2006, em que centenas de pessoas foram feridas depois de semanas de confrontos.  A onda de violência começou depois da divulgação de uma fita, em que o primeiro-ministro socialista admitia ter mentido a respeito da economia para conseguir a reeleição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.