Militantes curdos matam 10 soldados turcos em ataque a comboio

Militantes curdos mataram 10 soldados e feriram ao menos 60 ao realizarem um ataque com mísseis contra um comboio militar no leste da Turquia nesta terça-feira, disseram fontes do setor de segurança.

SYHMUS CAKAN, Reuters

18 de setembro de 2012 | 15h35

Os últimos meses têm sido marcados pelos mais intensos combates desde que o PKK, considerado uma organização terrorista pela Turquia, os EUA e a União Europeia, pegou armas em 1984 com o objetivo de criar um Estado do Curdistão.

O comboio militar viajava entre as províncias de Bingol e Mus, no leste da Turquia, quando foi atingido por um míssil lançado por combatentes do PKK, disseram as fontes.

Imagens exibidas pela agência de notícias turca Dogan mostrou bombeiros em volta da carcaça de um ônibus em uma rodovia montanhosa.

Forças de segurança disseram que uma operação militar foi lançada na área após o ataque e uma testemunha da Reuters viu ao menos dois caças F-16 decolando de uma base aérea na cidade de Diyarbakir, no sul. O destino das aeronaves não estava claro.

Caças e helicópteros de ataque têm bombardeado acampamentos do PKK na fronteira sul com o Iraque ultimamente, e o chefe do Estado-Maior da Turquia e outros comandantes militares viajaram à região na semana passada para supervisionar a operação.

Mais de 40.000 pessoas morreram em décadas de conflito. O primeiro-ministro Tayyip Erdogan disse na segunda-feira que cerca de 500 militantes foram deixados "inutilizados" --mortos, feridos ou capturados-- apenas no último mês.

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIA10MORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.