Ministro das Finanças grego renuncia para disputar eleições

Um dia depois de assumir o comando do Partido Socialista, o ministro das Finanças grego, Evangelos Venizelos, afirmou nesta segunda-feira que renunciava ao cargo, como já estava previsto, para liderar a legenda nas eleições gerais.

REUTERS

19 de março de 2012 | 08h09

"Teremos eleições adiante e eu tive a oportunidade nesta manhã, em uma reunião de despedida no ministério das Finanças, de dar minhas últimas instruções", disse Venizelos à repórteres, após uma reunião com o presidente grego, Karolos Papoulias.

Espera-se que as eleições gerais antecipadas aconteçam no final de abril ou no início de maio. O Pasok (partido socialista) está atrás do conservador Nova Democracia nas pesquisas de opinião.

(Reportagem de George Georgiopoulos)

Tudo o que sabemos sobre:
GRECIAMINISTROELEICOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.