Ministro francês acusa Síria por ataques a soldados no Líbano

A França acredita que a Síria estava por trás dos ataques contra as tropas francesas que ocorreram no Líbano nesta semana, disse o ministro das Finanças francês, Alain Juppe, neste domingo.

REUTERS

11 de dezembro de 2011 | 16h28

Uma bomba à beira da estrada feriu cinco soldados franceses das forças de paz no sul do Líbano na sexta-feira, no terceiro ataque deste ano contra tropas da ONU posicionadas próximas à fronteira com Israel.

"Temos fortes motivos para acreditar que esses ataques vieram de lá (da Síria)", disse Juppe à rádio RFI. "Acho que é o mais provável, mas não tenho provas".

Ao ser perguntado se acreditava que o Hezbollah foi responsável pelo ataque em nome de Damasco, Juppe respondeu: "Absolutamente. É o braço armado da Síria (no Líbano)".

(Reportagem de John Irish)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCASIRIAATAQUES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.