Morre 21ª vítima do tumulto do festival Love Parade na Alemanha

Jovem de 25 anos havia sido hospitalizada em estado grave no fim de semana e não resistiu

Efe

28 de julho de 2010 | 09h08

Familiares das vítimas do tumulto lamentam as vidas perdidas na tragédia.

 

BERLIM - Uma mulher gravemente ferida pelo tumulto que se formou no festival Love Parade, na Alemanha, no último fim de semana faleceu na madrugada desta quarta-feira, 28. A morte faz com que o número de mortes no incidente chegar a 21, segundo autoridades da cidade de Duisburg, onde aconteceu o evento.

 

A vítima mais recente é uma jovem de 25 anos, procedente da localidade de Heiligenhaus, perto de Essen (região da Renânia do Norte-Vestfália). Ela faleceu na madrugada de terça para quarta-feira em consequência dos ferimentos sofridos no sábado ao ser pisoteada durante o tumulto.

 

Nesta quarta-feira, foi confirmado que o prefeito de Duisburg, Adolf Sauerland, da União Democrata-Cristã (CDU), não comparecerá ao funeral, segundo o jornal Rheinische Post. O diário, que cita um porta-voz da Prefeitura, disse que Sauerland "não quer ferir os sentimentos dos familiares com sua presença". O prefeito sofreu uma tentativa de agressão ao visitar a zona da tragédia no último domingo.

 

O Ministro do Interior da Renânia do Norte-Vestfália, Ralf Jäger, deve apresentar ainda nesta quarta-feira um relatório no qual atribui grande parte da responsabilidade na tragédia ao organizador da festa, Rainer Schaller, segundo o jornal Süddeutsche Zeitung.

 

O jornal garante que Schaller teria mentido às autoridades de Duisburg ao garantir que tinha seguido todas as instruções de segurança para a entrada dos milhares de participantes da festa. O organizador, por outro lado, disse que a maior responsável pelos erros que levaram à tragédia é a Polícia de Duisburg.

Tudo o que sabemos sobre:
Love ParadeAlemanhafestival

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.