Morre aos 70 anos a mãe mais velha do mundo

Uma espanhola que tornou-se a mãe mais velha do mundo ao dar à luz a gêmeos em 2006 morreu aos 70 anos, informou um jornal local nesta quarta-feira.

REUTERS

15 de julho de 2009 | 17h17

Maria del Carmen Bousada de Lara, que tinha 67 anos quando teve os gêmeos após uma inseminação artificial nos Estados Unidos, foi diagnosticada com câncer poucos meses após o nascimento dos filhos, segundo o jornal Diario de Cádiz.

Bousada admitiu ter mentido sobre sua idade ao se inscrever para o processo em uma clínica em Los Angeles. A idade máxima para o procedimento é 55 anos.

Ela chegou a brincar que poderia chegar a conhecer seus bisnetos após sua própria mãe ter vivido 101 anos.

Bousada morreu no sábado após uma batalha contra o câncer, informou o jornal.

(Reportagem de Paul Day)

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAMAEVELHAMORRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.