Morre menino que sobreviveu ao acidente aéreo na Rússia

Um menino que ficou gravemente ferido em um acidente de avião no noroeste da Rússia morreu, aumentando o número de mortos no pior desastre aéreo do país em mais de um ano para 45, disseram autoridades de emergência nesta quarta-feira.

REUTERS

22 de junho de 2011 | 10h24

Anton Terekhin morreu durante a noite no hospital em Petrozavodsk, segundo o departamento regional do Ministério de Situações de Emergências em seu site. O ministério disse que Terekhin tinha 10 anos de idade, mas segundo algumas mídias russas ele tinha nove.

O menino era o mais jovem entre as oito pessoas que conseguiram sair vivas dos destroços do jato Tupolev Tu-134. O avião caiu na noite de segunda-feira ao tentar pousar em meio à neblina no aeroporto localizado nos arredores de Petrozavodsk, na província de Karelia, 700 quilômetros a noroeste de Moscou.

A ministra da Saúde, Tatyana Golikova, disse na terça-feira que Terekhin, cuja irmã de 14 anos também ficou ferida, perdeu muito sangue e estava em condição extremamente grave.

Segundo informações preliminares, o avião desviou de sua rota ao se aproximar do aeroporto em meio à neblina e atingiu uma linha de transmissão elétrica, provocando um breve blecaute das luzes da pista antes de se acidentar, disse o vice-premiê Sergei Ivanov na terça-feira.

Foi o desastre com o maior número de mortos na Rússia desde que o avião oficial do presidente polonês Lech Kaczynski caiu próximo à cidade de Smolensk, no oeste da Rússia, em meio à intensa névoa em abril de 2010, matando o presidente e outros 95 a bordo.

(Reportagem de Steve Gutterman)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAAEREOACIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.