Morre suspeito queimado em ataque a aeroporto de Glasgow

Um homem que participou de um complô deataque na Grã-Bretanha morreu no hospital, após sofrerqueimaduras graves em um atentado contra um aeroporto daEscócia quase cinco semanas atrás, informou nesta sexta-feira apolícia. O indiano Kafeel Ahmed, 27, era um dos dois ocupantes de umjipe que avançou contra o aeroporto de Glasgow no dia 30 dejunho. O veículo incendiou-se, mas não houve vítimas no local eos dois homens foram presos. Ahmed morreu na noite de quinta-feira, depois de ficarinternado com 90 por cento do corpo queimado. A polícia manteveo engenheiro da Índia sob vigilância armada no hospital, masnão conseguiu entrevistá-lo porque ele estava em coma. No dia anterior ao incidente no aeroporto, foramencontrados dois carros no centro de Londres com bombas ebotijões de gás, combustível e pregos, mas que não explodiram. O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, já falou sobreuma ligação da rede Al Qaeda com o complô, pelo qual trêsmédicos do Iraque, Jordânia e Índia foram indiciados. Os ataques frustrados em Londres e na Escócia levaram aGrã-Bretanha a aumentar por dias seu alerta de segurança para"crítico", o nível mais alto. (Com reportagem de Paul Majendie)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.