Motoqueiro é preso no Reino Unido por vídeo no YouTube

Sandor Ferenci gravou vídeo correndo a 210 km/h e fazendo manobras perigosas na contramão de estrada

Reuters,

20 de outubro de 2008 | 15h11

Um motoqueiro britânico que postou um vídeo de si mesmo no YouTube, no qual fazia manobras perigosas e acelerava a até 210 km/h, foi preso por 12 semanas nesta segunda-feira, 20. Sandor Ferenci, de 28 anos, deu piruetas, freadas e correu na contramão de uma estrada perto de Banbury, Oxfordshire, em junho deste ano. Depois, pôs um vídeo no YouTube para mostrar as manobras.   Veja também: Veja o vídeo no site Sky News    Ferenci admitiu, em uma audiência anterior, que dirigiu perigosamente duas outras vezes. Ele foi preso na Corte da Coroa de Oxford e perdeu a licença para dirigir por dois anos, segundo a Associação de Imprensa.   Ele terá de fazer um extenso exame de direção antes de receber permissão para dirigir novamente. O promotor Brian Payne disse que um motorista que viu as façanhas de Ferenci na estrada A422 anotou a sua placa e entrou em contato com a polícia.   Quando os policiais ligaram em sua casa, Ferenci perguntou: "É sobre o vídeo no YouTube?". A juíza Terence Maher disse a Ferenci que ele fez "manobras lunáticas e repulsivamente irresponsáveis, em velocidade considerável."   Exibido na corte, o vídeo foi filmado por um amigo, de vários ângulos. Gary Bell, advogado de Ferenci, disse que seu cliente, que trabalha como cuidador de uma mulher idosa, leu a história de uma criança que morreu num acidente de moto e agora entende as consequências de suas ações. "Ele sente um remorso verdadeiro pelo que fez e realmente sente muito", disse Bell à corte.  

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoYouTube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.