Movimento de 'indignados' desmonta acampamento em praça de Madri

O movimento dos "indignados" na Espanha começou a desmontar acampamento na praça Puerto del Sol em Madri, neste domingo, onde se concentrou a manifestação de quatro semanas contra a situação econômica, política e social vivida pelo país.

REUTERS

12 de junho de 2011 | 13h27

"Não iremos, ampliaremos", era o lema da retirada. Os manifestantes pretendem agora transformar os protestos em acampamento itinerante que passaria por vários bairros da capital espanhola, para continuar com a iniciativa, que começou espontaneamente antes das eleições regionais de 22 de maio.

Desde o meio-dia deste domingo os moradores do acampamento começaram uma "festa de reconstrução" para desmontar as barracas e lonas que tomaram o centro de Madri, transportando mesas e estantes em furgões.

Os "indignados" deixaram um posto de informação na praça Puerto del Sol, por meio do qual pretendem divulgar suas próximas iniciativas. Por ora, eles pretendem realizar uma marcha nacional no dia 19 de junho.

(Reportagem de Raquel Castillo)

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAINDIGNADOSACAMPAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.