Naufrágio de navio de carga deixa três mortos em Istambul

Pelo menos três pessoas morreram e outras nove estavam desaparecidas depois que um navio de carga com tripulação russa e ucraniana naufragou em meio a uma tempestade no Mar Negro, no litoral de Istambul, na Turquia, nesta terça-feira.

ECE TOKSABAY, Reuters

04 de dezembro de 2012 | 17h59

Duas vítimas eram agentes de socorro, que morreram quando o barco em que estavam bateu em rochas ao saírem para buscar os sobreviventes em meio a águas revoltas, afirmou a agência marítima GAC Turkey. Dois agentes do mesmo barco estavam desaparecidos.

O Volgo Balt 199, que carregava carvão e tinha 11 ucranianos e um russo a bordo, enviou um sinal de socorro de manhã no litoral da cidade de Sile, na costa da província de Istambul, mas o contato com o navio foi perdido logo depois.

"Quatro pessoas foram resgatadas do navio e uma pessoa foi encontrada morta. O trabalho de resgate continua", afirmou o ministro dos Transportes, Binaldi Yildirim, a repórteres.

"As condições estão ficando piores por causa do clima ruim. O resgate está em andamento com a ajuda de helicópteros e barcos da guarda costeira", disse.

Um segundo navio de carga com 14 tripulantes a bordo teve problemas mecânicos e também corria risco de naufragar, segundo a GAC.

Siles está 40 quilômetros a leste da parte norte do Estreito de Bósforo, a única saída marítima para a carga de países do Mar Negro, incluindo óleo e grãos russos.

O clima ruim frequentemente força o fechamento do estreito no inverno, mas a GAC afirmou que o Bósforo permanecia aberto nesta terça-feira. Cerca de 10.000 navios carregando 150 milhões de toneladas de petróleo e derivados usam o canal anualmente.

(Reportagem adicional de Olzhas Auyezov, em Kiev)

Mais conteúdo sobre:
TURQUIABARCONAUFRAGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.