Neonazistas lançam campanha em escolas alemãs

Procuradoria-Geral de Dresden manda apreender 150 cópias da revista "estudantil" 'Perplex, que promove a discriminação

BBC Brasil,

22 de setembro de 2007 | 11h50

A extrema-direita alemã lançou uma campanha para tentar conquistar os jovens nas escolas. A ofensiva começou com a distribuição de CDs de rock neonazista para alunos da Saxônia.Na semana passada, a Procuradoria-Geral de Dresden mandou apreender cerca de 150 cópias da revista "estudantil" Perplex, que promove a discriminação e exalta o nazismo.A campanha de marketing foi organizada pelo partido Nacional-Democrata alemão, o NPD. O público-alvo são estudantes das escolas de todo o país, mas principalmente na ex-Alemanha Oriental.À primeira vista, Perplex pode parecer uma "revista estudantil" qualquer, com palavras cruzadas e outros jogos em páginas coloridas. No entanto, disfarçada na publicação está a mensagem de transformar as escolas em "zonas nacionais livres".A revista "informa" aos estudantes também que o líder nazista Adolf Hitler foi um "emissário da paz durante a Segunda Guerra Mundial", ao contrário dos Aliados, apresentados como "agentes da guerra".InquéritoAlém disso, a publicação promove "preconceitos contra professores e colegas estrangeiros", segundo a Procuradoria.Esse conteúdo foi suficiente para as autoridades de Dresden considerarem a publicação "perigosa para os jovens" e mandarem apreendê-la, já que ela violaria as leis do país.Na última quinta-feira, dia 20, a polícia impediu a distribuição de cerca de 150 exemplares que estavam em mãos de correligionários do NPD.O procurador-geral, Jürgen Schär, abriu um inquérito contra os responsáveis pela publicação, um grupo que se intitula "Jovens Nacionais-Democratas da Saxônia".De acordo com a revista alemã Spiegel, a campanha de marketing nas escolas alemãs não se limita à Saxônia: em Berlim, o "jornal estudantil" de direita Der Stachel já tem uma tiragem de 40 mil exemplares.Contra-ofensiva Na cidade vizinha de Brandenburg, a publicação tira 10 mil cópias. Em outros Estados da Alemanha, existem pelo jornais semelhantes.Desde 2005, regularmente o NPD distribui em escolas CDs de rock neonazista, com temas que normalmente exaltam a pátria e divulgam mensagens de ódio racial e nacionalista.Para combater a ofensiva neonazista, os governos estaduais têm lançado diversas campanhas de informação, de acordo com a Spiegel, além de inquéritos como o aberto na semana passada em Dresden.A chanceler alemã, Angela Merkel, também está sob intensa pressão no país para tornar ilegal o partido NPD, desde o mês passado, quando um grupo de feirantes indianos foi espancado por neonazistas na Saxônia.

Tudo o que sabemos sobre:
NeonazismoUltradireitaAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.