Nevasca paralisa e encanta Paris

Maior tempestade de neve em 25 anos fecha a Torre Eiffel e aeroportos da capital francesa

REUTERS

08 de dezembro de 2010 | 16h41

Crianças brincam com a neve perto da Torre Eiffel. Philippe Wojazer/Reuters

PARIS - A maior nevasca em quase um quarto de século obrigou o fechamento da Torre Eiffel e dos aeroportos de Paris por pouco tempo na quarta-feira.

Veja também:

mais imagens Galeria de fotos: neve na Europa

Uma tempestade de neve excepcionalmente forte ocorrida à tarde paralisou os ônibus, provocou engarrafamentos em estradas e ruas e chegou a dificultar o funcionamento da rede de metrô.

Algumas pessoas ficaram felizes por ver os parques de Paris e os jardins do Parlamento cobertos com uma camada branca. A agência de previsões do tempo Meteo France disse ter sido a maior queda de neve desde 1987.

"Isto é maravilhoso. Eu não imaginava que pudesse nevar tanto em Paris e que este jardim pudesse ficar tão belo," disse Didier Mathus, um dos muitos deputados encantados com uma queda de neve tão intensa no centro de Paris.

A agência nacional de aviação já tinha pedido às companhias aéreas antes da quarta-feira que reduzissem seus vôos, e o aeroporto Charles de Gaulle teve que ficar fechado por um período, quando a nevasca chegou ao auge. No mesmo período, o aeroporto de Orly fechou duas de suas pistas, segundo a AdP, responsável pelos aeroportos.

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCANEVASCAPARIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.