AP/Anthony Devlin
AP/Anthony Devlin

Neve atrasa voos e provoca mortes nas estradas do Reino Unido

Em Townshend, no sul da Inglaterra, duas mulheres perderam a vida em acidente de ônibus; 47 ficaram feridas

EFE,

23 de dezembro de 2009 | 08h15

A neve e o gelo continuam atrapalhando as viagens de milhares de pessoas no Reino Unido, onde são registrados atrasos nos aeroportos e duas pessoas morreram e 47 ficaram feridas em acidentes nas estradas.

 

Na localidade de Townshend, no sul da Inglaterra, duas mulheres perderam a vida na noite de terça, 22. Segundo a polícia, o ônibus em que elas estavam derrapou em uma rodovia coberta de gelo e virou. Os feridos foram levados para o hospital.

 

Já nos aeroportos de Luton, Gatwick e Heathrow, na Inglaterra, e nos de Glasgow e Edimburgo, na Escócia, vários voos estão atrasados.

 

Por conta disso, as autoridades aeroportuárias pediram aos passageiros que, antes de saírem de casa, entrem em contato com as companhias aéreas para ter informações atualizadas sobre as próximas saídas.

 

A British Airways informou nesta quarta, 23, que a neblina em Heathrow forçou o cancelamento de alguns voos de curta distância. As operações, porém, seguem normais no aeroporto de Gatwick.

 

Na Escócia, as temperaturas caíram consideravelmente, chegando a atingir -16° C. Em Londres, por sua vez, os termômetros marcam -6° C, ao passo que no condado de Hampshire (sul), uma das zonas mais afetadas pela atual onda de frio, a população enfrenta temperaturas de até -10°C.

 

Quanto ao Eurotúnel, que ontem voltou a funcionar após três dias fechado, a operadora Eurostar disse nesta quarta-feira que o serviço ainda não voltou completamente ao normal.

Tudo o que sabemos sobre:
neve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.