Neve bloqueia estradas e corta energia na Europa Oriental

Onda de frio também provoca fechamento de escolas e atrasos em trens na Romênia e na Bulgária

Reuters,

08 de fevereiro de 2010 | 16h31

Romeno limpa neve em rua de Bucareste. Foto: Radu Sigheti/Reuters

BUCARESTE - Uma forte neve provocou o caos nos transportes na Bulgária e na Romênia nesta segunda-feira, fechando rodovias importantes, atrasando voos e trens e cortando a eletricidade.

Na Áustria, onde 12 esquiadores e praticantes de snowboarding morreram na semana passada, autoridades elevaram o nível de risco de avalanche em razão da nevasca e dos fortes ventos.

Os ventos fortes e a neve das últimas 24 horas bloquearam diversas estradas, incluindo uma via expressa no sul da Romênia. Muitas escolas foram fechadas, incluindo na capital Bucareste, onde a neve alcançou 40 centímetros de profundidade. Cerca de 60 trens tiveram suas viagens canceladas.

Na Bulgária, que registrou cerca de 60 centímetros de neve nas regiões norte e nordeste, mais de 160 cidades e vilarejos ficaram sem eletricidade. Três distritos declararam estado de emergência, após a neve fechar as estradas e os deixarem isolados.

A passagem da fronteira entre os dois países no Ruse-Giurgiu permanecia fechada para caminhões, informaram autoridades da fronteira.

A nevasca provocou o adiamento de mais de 25 voos no aeroporto de Sófia e fechou uma faixa da rodovia que liga Sófia à cidade de Burgas, às margens do Mar Negro.Meteorologistas esperam que o tempo melhore a partir de quinta-feira.

EUA

Uma forte nevasca provocou transtornos também em Washington, capital dos EUA. De acordo com os meteorologistas, caíram quase 70 centímetros de neve na região desde de sexta-feira. A situação pode piorar na terça-feira, com a previsão de novas tempestades.

Tudo o que sabemos sobre:
neveinvernoEuropa Oriental

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.