Neve obriga aeroportos a suspender voos em Londres e Paris

Nevasca também mudou cenários conhecidos das cidades europeias

RHYS JONES, Reuters

20 de janeiro de 2013 | 14h28

 

LONDRES - O aeroporto Heathrow, de Londres, cancelou 20 por cento de seus voos e as companhias aéreas cancelaram 40 por cento dos voos para os principais aeroportos de Paris, enquanto a neve continua a cobrir partes da Europa, sem previsões de melhora.

A operadora Heathrow Ltd. , que é controlada pela espanhola Ferrovial, disse que reduzir a escala -- em cerca de 250 voos -- ajudaria a lidar com a queda de neve prevista sem fazer novos cancelamentos.

"Há uma grande probabilidade de cerca de dois a seis centímetros de acumulação de neve e de baixa visibilidade ao longo do dia", disse um porta-voz do Heathrow. "Isso vai reduzir a capacidade do aeroporto e, se providências não forem tomadas, gerará interrupções significativas para os passageiros e para os voos."

A operadora do aeroporto de Paris, a ADP, disse que as companhias aéreas cancelaram cerca de 40 por cento dos voos de e para os principais aeroportos dos arredores de Paris -Charles de Gaulle e Orly - reduzindo principalmente os serviços de curta distância.

Os aeroportos menores de Londres, Stansted e Gatwick, afirmaram que estão operando normalmente neste domingo, mas que atrasos e alguns cancelamentos são aguardados. Meteorologistas prevêem que a neve deve continuar ao longo do domingo e da segunda-feira.

Em média, cerca de 1.300 voos deixam Heathrow diariamente. O aeroporto, o mais movimentado da Europa, opera perto de sua capacidade máxima, após o governo britânico bloquear o desenvolvimento de uma terceira pista em 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
REINOUNIDOAEROPORTONEVE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.