Número 2 da Al-Qaeda faz nova ameaça contra o Reino Unido

Mensagem surge duas semanas depois das tentativas de atentados no país

Reuters e Efe

10 Julho 2007 | 14h52

O número dois da Al-Qaeda, Ayman al-Zawahri, ameaçou nesta terça-feira, 10, realizar mais ataques no Reino Unido, duas semanas depois de atentados fracassados em Londres e Glasgow."Eu digo ao sucessor (do ex-premiê Tony) Blair que a política do seu antecessor atraiu catástrofes ao Afeganistão e ao Iraque e mesmo ao centro de Londres", disse ele em uma fita de áudio divulgado em um site usado por grupos vinculados à Al-Qaeda."Se você não aprendeu a lição, então estamos prontos para repetir isso, se Deus quiser, até que estejamos certos de que vocês entenderam completamente." Não foi possível verificar imediatamente a autenticidade da fita.No final de junho, dois carros-bomba foram encontrados e desarmados pela polícia britânica antes que pudessem ser detonados em ruas movimentadas de Londres. No dia seguinte à tentativa, um veículo explodiu no estacionamento do aeroporto em Glasgow, na Escócia, em um novo ataque. Entre os suspeitos da onda de ataques, médicos ou pessoas ligadas aos serviços de saúde do país foram presos. A maioria deles era de origem árabe. Na ocasião, o governo chegou a sugerir que a rede terrorista Al-Qaeda estivesse por trás dos ataques.

Mais conteúdo sobre:
Al-QaedaataqueReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.