ONU começa reunião sobre Ossétia do Sul

É a terceira reunião do Conselho de Segurança sobre o conflito em apenas 48 horas

Efe

09 de agosto de 2008 | 18h05

A terceira reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas em menos de 48 horas sobre o conflito na Ossétia do Sul começou neste sábado, 9, na sede da ONU com as duas partes envolvidas ainda distantes. Veja também:Confusão marca informações sobre mortes na GeórgiaMedvedev diz a Bush que Geórgia deve retirar exércitoPolônia pede convocação de cúpula da UE sobre Ossétia do SulRússia ataca cidade da Geórgia fora da região de conflitoConflito na Geórgia cresce em outra província separatistaEntenda o conflito separatista na Geórgia Assista ao vídeo no Youtube  Professor comenta a situação no Cáucaso  Galeria de fotos do conflito  "As duas partes seguem com posições muito distantes. Como as coisas estão parece muito complicado que hoje se possa aprovar uma declaração conjunta", asseguraram fontes diplomáticas antes que começasse a reunião. Durante o encontro está previsto, segundo as mesmas fontes, que os membros do Conselho de Segurança sejam informados pelo secretário-geral adjunto para as Operações de Paz da ONU, Edmund Mulet, sobre a situação na zona de conflito.  Tropas e tanques russos entraram nesta sexta-feira, 8, na região separatista de Ossétia do Sul, na Geórgia, em defesa da província. O primeiro-ministro russo Vladimir V. Putin declarou que "a guerra começou", enquanto o presidente georgiano Mikheil Saakashvili acusava Moscou de uma "invasão bem planejada", segundo o jornal The New York Times. Invasão russa foi motivada pela grande operação militar contra a província separatista da Ossétia do Sul lançada pelo governo da Geórgia na madrugada de sexta-feira, 8, para retomar o controle da província de 70 mil habitantes que desde os anos 90 luta pela independência com apoio de Moscou.

Tudo o que sabemos sobre:
Ossétia do SulRússiaGeórgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.