Opositores pedem renúncia de presidente da Geórgia

Pelo menos 50 mil pessoas participaram de protesto em estádio para pedir pela saída de Mikhail Saakashvili

Efe,

26 de maio de 2009 | 08h47

Cerca de 50 mil pessoas encheram nesta terça-feira, 26, o estádio da capital georgiana em um ato convocado pela oposição para exigir a renúncia do presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili. O comício, que coincide com a celebração do Dia da Independência da Geórgia, foi transmitido ao vivo por um canal de televisão.

 

Foto: Reuters

 

A maioria dos que participam da manifestação está com roupas ou lenços da cor branca, que, segundo os organizadores, representa a "pureza dos objetivos" da oposição. Do estádio, o lugar de reunião, os opositores iniciaram uma marcha até o centro da cidade, que terminará na avenida onde fica a sede do Parlamento.

 

"A oposição já controla a situação na capital", declarou o líder da oposição na Geórgia, Levan Gachechiladze, em alusão à decisão de Saakashvili de cancelar a parada militar que ocorre tradicionalmente no Dia da Independência.

Tudo o que sabemos sobre:
Geórgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.